Biografia: Edgar Allan Poe



Um dos mais renomados escritores de todos os tempos, Edgar Allan Poe marcou seu nome da história da literatura ao mostrar seus contos repletos de elementos macabros e misteriosos, redefinindo assim o estilo "Gótico Americano".


Sua vida


Nascido em janeiro de 1809, Edgar Allan Poe ficou órfão com apenas dois anos de idade. Seus pais, David Poe e Elizabeth Arnold, eram escritores e, após sua morte, Edgar foi adotado por um casal muito rico, o que lhe possibilitou ter uma educação de qualidade. Não apenas o fato de que seus pais tenham sido escritores que influenciou Edgar a começar a escrever, mas sim a falta de contato que teve com eles.

Com temperamento um tanto quanto curto, Edgar foi expulso da Universidade de Charlotesvill e, logo depois, da Academia de West Point, o que levou a desentendimentos com seu padrasto. Após sua madrasta falecer, John Allan, seu padrasto, casou-se novamente, o que fez com que Edgar perdesse o direito à herança. Decidiu, então, mudar-se para Baltimore, onde morava sua tia, e lá começou sua carreira literária, ganhando alguns concursos. Isso chamou atenção da crítica, que a princípio não gostou muito de sua escrita, mas depois foi reconhecido como dono de um novo estilo.
Em 1836, casou-se em segredo com sua prima Virgínia Clemm, de apenas 13 anos. Ao mudar-se para Filadélfia, Edgar publicou diversos escritos, principalmente "Histórias Extraordinárias", um marco da literatura. Porém, em 1840, Virginia morreria de tuberculose, abalando de forma brutal a vida do escritor, que acabou se viciando em álcool.

Um escritor de contos misteriosos não poderia ter uma morte diferente de suas obras, pois ninguém sabe como foi sua morte, aliás, os três últimos dias de sua vida são totalmente desconhecidos. Poe foi encontrado nas ruas de Baltimore, com roupas que não eram suas e foi levado ao hospital, onde morreu quatro dias depois. Sua últimas palavras foram: "Lord, please, help my poor soul"(Senhor, por favor, ajude minha pobre alma). O mais provável é que o consumo excessivo de álcool tenha causado sua morte, porém não se sabe ao certo.

Sua obras

Poe foi um contista, poeta e ensaísta, suas obras possuíam uma enorme carga sombria, com clima aterrorizante e narrativa pessimista. Muitas de suas obras são escritas em primeira pessoa, o que torna a experiência de estar presente na situação descrita ainda maior. Edgar não gostava de alegorias e preferia possuir um estilo próprio, retratando medos da mente e vivenciando sentimentos, como o medo da morte ou o luto. O livro "Histórias Extraordinárias" reúne vários de seus mais famosos contos, sendo considerado um clássico da literatura.
Apesar de inúmeras obras publicadas, há sempre os que recebem mais destaque, entre eles:

O Gato Preto

Quem já ouviu a superstição de que gatos pretos trazem má sorte, pode começar a acreditar, ou pelo menos você irá passar a acreditar após ler este conto. É meio difícil criar uma sinopse sobre um conto, que por si só já é curto, mas a história se resume em um homem que passa a tornar-se agressivo, culpando um gato preto, Plutão. O conto é, sem dúvidas, um dos mais sinistros e arrepiantes de Poe. O conto deu origem à um curta muito bacana.

O Corvo
Provavelmente um dos poemas mais belos já escritos, em O Corvo nós contemplamos o sofrimento de um homem e seus conflitos psicológicos após perder o amor de sua vida. Com sua narração completamente negativa, o jovem narrador começa a ficar perturbado ao se deparar com um corvo, conhecido como "mensageiro do além", uma ave associada ao sentimento negativo. Sempre que tenta discutir com o corvo, a ave apenas responde "Nevermore"(nunca mais). Não irei me prolongar falando sobre isso, pois é uma obra que o valor realmente aparece quando você a lê. Este poema influenciou diversos autores, levando a uma paródia no programa "Os Simpsons". Colocarei uma trecho do poema (traduzido por Fernando Pessoa) e o episódio de Os Simpsons abaixo.

Numa meia-noite agreste, quando eu lia, lento e triste,
Vagos, curiosos tomos de ciências ancestrais,
E já quase adormecia, ouvi o que parecia
O som de algúem que batia levemente a meus umbrais.
"Uma visita", eu me disse, "está batendo a meus umbrais.
É só isto, e nada mais." 
Ah, que bem disso me lembro! Era no frio dezembro,
E o fogo, morrendo negro, urdia sombras desiguais.
Como eu qu'ria a madrugada, toda a noite aos livros dada
P'ra esquecer (em vão!) a amada, hoje entre hostes celestiais -
Essa cujo nome sabem as hostes celestiais,
Mas sem nome aqui jamais! 
Como, a tremer frio e frouxo, cada reposteiro roxo
Me incutia, urdia estranhos terrores nunca antes tais!
Mas, a mim mesmo infundido força, eu ia repetindo,
"É uma visita pedindo entrada aqui em meus umbrais;
Uma visita tardia pede entrada em meus umbrais.
É só isto, e nada mais". 
E, mais forte num instante, já nem tardo ou hesitante,
"Senhor", eu disse, "ou senhora, decerto me desculpais;
Mas eu ia adormecendo, quando viestes batendo,
Tão levemente batendo, batendo por meus umbrais,
Que mal ouvi..." E abri largos, franqueando-os, meus umbrais.
Noite, noite e nada mais.

Influência

Assim como muitos escritores, Poe influenciou diversas pessoas em vários tipos diferentes de mídia. Como, por exemplo, o diretor Tim Burton, que é claramente influenciado por Poe em seus filmes com aspecto sinistro e gótico. Muitos escritores, como Stephen King e H. P. Lovecraft e até bandas, de Iron Maiden e Marilyn Manson, até The Beatles, foram influenciados pelo seu estilo sombrio.
video

Vincent

Neste curta genial, criado por Tim Burton, podemos ver vários aspectos de Poe, como os conflitos psicológicos do protagonista e o clima de terror. Sem falar que o escritor é citado no próprio curta, e tem até o trecho final do poema O Corvo


Tales Of Mystery and Imagination
A banda de rock Alan Parsons Project criou o álbum conceitual Tales Of Mystery and Imagination, onde todas as suas músicas são baseadas em contos e poemas de Poe. O álbum começa com "A Dream Within a Dream" (Um Sonho Num Sonho) e possui canções baseadas em obras como O Corvo, O Barril de Amontillado, entre outros.


Murders in the Rue Morgue

A banda de heavy metal, Iron Maiden, declarou que são muito influenciados por Poe. A banda faz algumas referencias às obras do autor, como A Queda da Casa de Usher.


Beatles

Os Beatles fizeram referencias a Poe na música "I am the Walrus". Na capa do álbum Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, os Beatles copilaram imagens de seus heróis, entre eles está Poe (no centro da fila superior).


Não há dúvidas que Edgar Allan Poe influenciou e influenciará muitas geração com suas obras magníficas, continuando a ser um dos maiores escritores de todos os tempos. Suas obras continuarão a encantar e assustar muitas pessoas, pois grandes escritores sempre serão apreciados.

0 comentários:

Postar um comentário

 

BLOG HORRORSHOW - CRIADO E DESENVOLVIDO POR ARTHUR LINS - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2015